10 benefícios do alecrim para sua vida

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Vocês sabiam que algumas das ervas que utilizamos na cozinha além de apetitosas, também são ricas em propriedades medicinais, das quais conseguem beneficiar a saúde humana e auxiliar no combate de certos males?

Com certeza você dona de casa, cozinheira chefe ou estudante de gastronomia, já ouviu falar ou até mesmo usa a erva de alecrim para realçar os sabores de alimentos como: assados, carnes, legumes, molhos, pães entre outros.

O sabor e até mesmo o odor agradável da erva de alecrim, em aromatizantes de ambientes faz com que esta erva seja popular, tão popular, que até serviu de inspiração para uma música infantil da galinha pintadinha, o alecrim dourado.

Alecrim

Originária da região do Mediterrâneo e da mesma família do Hortelã, o alecrim é considerada uma das ervas mais completas em termos de benefícios a saúde. Isto graças as suas inúmeras propriedades das quais ajudam no combate de diversas doenças. Confira abaixo 10 benefícios da Erva de Alecrim

Estimula o sistema nervoso

Em um estudo realizado na Univerisadde de Northumbria, na Inglaterra, foi comprovado que a erva, é rica em compostos químicos do qual conseguem auxiliar no desenvolvimento da memória, concentração e raciocínio, evitando desta maneira que os neurotransmissores seja destruídos, aumentando assim a quantidade e colaborando para uma melhora siginificativa do sistema nervoso.

Combate o estresse

O alecrim é mundialmente conhecido e usado na aromaterapia, para aliviar o estresse, a ansiedade e acalmar os músculos.

E todos estes benefícios na aromaterapia com o alecrim, só é possível pois ele contém o ácido carnósico, que é uma propriedade antioxidantes que atua no nosso sistema nervoso, do qual, a erva consegue automaticamente reduzir a pressão arterial e controlar os batimentos cardíacos, fazendo assim que a pessoa que esteja praticando a aromaterapia com alecrim tenha uma sensação de paz e tranquilidade.

Poderoso antioxidante

Por a planta de alecrim conter 4 ácidos altamente ricos em propriedades antioxidantes que são eles: o ácido cafeico, ácido carnósico, o ácido rosmarínico e o ácido betulico.

Ela consegue atuar para uma melhora do sistema imunológico, combater possíveis infeções, auxiliar na saúde da pele e ainda prevenir os radicais livres, que são os maiores responsáveis por realizar alterações nas células e desenvolver doenças câncer, demência, alzihimeir entre outros…

Combate doenças viriais como a gripe

Um estudo realizado na faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP), chegou a conclusão que a erva de alecrim, auxilia no combate do vírus da gripe, e ainda pode ser usado para casos de tosses, devido ter uma ação poderosa de expectorante.

Combate a diabetes

Um outro estudo também realizada pela USP, conclui que por a erva de alecrim ser altamente rica em propriedades de antioxidantes e anti-inflamatórias, ela apresenta benefícios para portadores de doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes.

Ajuda no emagrecimento

Além da erva de alecrim ser altamente rica em propriedades ela também possui diversos minerais como: o potássio, cálcio, sódio, magnésio e fósforo, e toda está ingestão de vitaminas e minerais favorece na perda de peso por ter uma ação diurética, que consequentemente auxilia também no trato digestivo, e na diminuição do inchaço abdominal.

Combate doenças reumáticas e contusões

A erva de alecrim é uma ótima alternativa natural de tratamento para quem possui problemas como: reumatismo, artrite, enxaquecas, alguma doenças relacionada a pele ou até mesmo sofreu alguma contusão, pois graças as propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, ela consegue aliviar as dores e as inflamações causadas por estes problemas.

Elimina o mau hálito

Por a erva de alecrim também conter propriedades antibacterianas, além é claro de possuir um forte sabor e um cheiro cítrico amadeirado, ela consegue funcionarmuito bem quando o assunto é combater o mau hálito.

Auxilia no crescimento capilar

O alecrim é muito indicado e usado como tônico capilar, por ter uma ação de fortificante e combater a queda.

Reduz os sintomas da TPM

Incluir a erva de alecrim em sua rotina, vai lhe garantir uma melhora siginificativa da circulação sanguínea, que consequentemente acaba estimulando o fluxo da menstruaço aliviando possivéis dores e efeitos decorrentes da tensão pré-menstrual, a famosa TPM.

Qual alecrim usar?

O alecrim pode ser encontrado de diversas formas: fresco, seco, em pó e em óleo concentrado.

Todas elas possuem benefícios, mas, segundo as nutricionistas, é melhor optar pela erva fresca ou o óleo essência, que são as melhores versões do alecrim. Isso porque é nesses formatos que se preserva mais as propriedades e o sabor da especiaria.

As partes do alecim mais usadas são suas folhas, que servem tanto com tempero para alimentos, quanto para fazer chás, compressas e banhos

Onde encontrar o alecrim para comprar?

Você vai encontrar o alecrim para comprar, em mercados, hortifruits, lojas especializadas em produtos orgânicos, farmácias e farmácias de manipulação.

Como usar o alecrim?

Chá de Alecrim

Ferva 100 ml de água, coloque 4g de folhas na água fervente tampe e deixe repousar por 10 minutos. Depois é só coar e beber no mínimo 3 xícaras por dia, após as refeições.

O chá de alecrim é mais indicado para problemas digestivos, pessoas que estão em busca de perder peso, inflamação na garganta e gripe.

Aromaterapia

O tratamento de aromaterapia ou massagens e até banho é feito exclusivamente com o óleo essencial do alecrim.

Tempero

Na cozinha não existe mistério, o alecrim pode ser usado no preparo de carnes, batatas, ensopados, aves, molhos tudo depende somente do seu paladar.

Contraindicações e efeitos colaterais do Alecrim

O consumo em exesso do alecrim, especialmente na sua forma de óleo concentrado, pode causar sintomas como náuseas, vômitos, intoxicação entre outras sintomas similares.

Além disso é extretamente contraindicado para mulheres grávidas ou que estejam amamentando, e pessoas que possuem histórico de convulsões ou fazem uso de medicamentos como aspirina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *