10 problemas de saúde que os probióticos a ajudam combater

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Os probióticos são os nossos queridos microrganismos vivos que nos ajudam e auxiliam na restauração e na flora intestinal.

Eles trazem muitos benefícios á saúde e são muito acessíveis à nossa alimentação diária.

Uma teoria, que até hoje é bem aceita, veio de um grande ganhar do prêmio Nobel Élie Metchnikoff que observou que os camponeses búlgaros que consumiam bastante quantidade de iogurte viveram mais tempo.

Porém, depois dessa descoberta uma imensa variedade de produtos começou a surgir no mercado prometendo os benefícios desses microrganismos vivos. Foi nesse momento que a comunidade científica teve que organizar estudos para realmente comprovar sua eficácia e regular se as marcas realmente estavam fazendo uso desses microrganismos.

Finalmente em 2001, um relatório foi publicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que comprova que em uma certa quantidade essas bactérias são eficazes para o benefício humano e também de animais.

Esse primeiro esforço global foi desenvolvido ainda mais em 2010, onde dois grupos de cientistas acadêmicos e representantes da indústria fizeram recomendações para a avaliação e validação de reivindicações probióticas de saúde.

Um grupo de especialistas científicos se reuniu em Londres e no Canadá, em 23 de outubro de 2013, para discutir o escopo e o uso adequado do termo “probiótico”. Hoje é um fato que esses pequenos seres vivos realmente fazem bem ao nosso corpo.

Sabendo disso, hoje iremos te dizer 10 tipos de complicações que podem ser resolvidas apenas com o consumo de probióticos.

Tratamento da diarreia

O problema mais comum é a diarreia. A diarreia é uma condição frágil do corpo, onde os movimentos intestinais são duramente prejudicados. A Organização Mundial da Saúde define a diarreia como tendo “três ou mais fezes soltas ou aguadas em um período de 24 horas”. Impedindo a absorção adequada dos nutrientes dos alimentos.

Para ajudar nessa situação a suplementação com probióticos previne certos tipos de diarreia e trata o intestino repovoando e mantendo bactérias intestinais benéficas e corrigindo um desequilíbrio.

Os probióticos combatem bactérias patogênicas (bactérias ruins) que competem por nutrientes, impulsionando o sistema imunológico e mudando o ambiente intestinal para torná-lo menos propício à atividade patogênica.

De fato, pesquisas mostraram que suplementos probióticos previnem e tratam certos tipos de diarreia em crianças e adultos.

A melhora da saúde mental

Há evidências que sugerem que os probióticos podem ter efeitos benéficos no humor, bem como no sofrimento psíquico.

Eles podem melhorar aumentando a síntese e reduzindo o metabolismo da serotonina.

Os efeitos dos probióticos sobre os sintomas da depressão e ansiedade são mais limitados.

Um estudo deu a 70 participantes uma cápsula probiótica com um iogurte placebo normal ou um iogurte probiótico com uma cápsula placebo, ou um iogurte placebo e uma cápsula, todos os dias durante seis semanas.

Os participantes receberam então um questionário para avaliar sua ansiedade, depressão, disfunção social e insônia.

Este estudo destaca o potencial dos probióticos para melhorar a saúde mental; no entanto, os resultados só são aplicáveis à população específica do estudo e não podem ser generalizados para toda a população.

Equilibra os níveis de colesterol

Altos níveis de colesterol aumentam o risco de doenças cardíacas. Um número crescente de estudos indica que os probióticos têm o potencial de melhorar os níveis de colesterol.

Eles também produzem ácidos graxos de cadeia curta que interferem na produção de colesterol nos fígados.

Os probióticos aumentam a excreção de ácido biliar e os probióticos diminuem a solubilidade do colesterol.

Ajuda com eczema

Eczema é uma condição de pele comum onde a pele de uma pessoa desenvolve escamas vermelhas secas que podem coçar muito. Pesquisas sugerem que 31,6 milhões de pessoas nos Estados Unidos têm eczema, também conhecido como dermatite. Lidar com eczema pode ser uma luta diária.

A eczema pode afetar a qualidade de vida de uma pessoa. Mas como os probióticos podem ajudar?

A eczema é uma reação do sistema imunológico, então probióticos para impulsionar o sistema imunológico podem ajudar. Outros tratamentos em combinação com probióticos proporcionam os melhores benefícios para a doença.

As pessoas que usam probióticos para eczema acreditam que tornam o sistema imunológico mais forte.

Previne alergia

Pesquisas de ponta revelam que os probióticos podem ser uma nova maneira de prevenir e remediar alergias. Esses pesquisadores acreditam que em nosso mundo moderno estéril, os probióticos podem incentivar a produção de anticorpos em bebês e crianças que podem protegê-los de alergias mais tarde na vida.

Mantêm a Saúde Bucal

Um estudo de 2016 mostrou que uma variedade de bactérias conhecida como A12 pode ajudar a combater uma bactéria causadora de cavidade transforma açúcar em ácido láctico. Os pesquisadores cultivaram essas bactérias juntas com as de probióticos em laboratório. O resultado foi que eles impediram a A12 causasse cavidades e placas.

Alívio dos Distúrbios Digestivos

Os probióticos melhoram o equilíbrio da flora intestinal e ajudam a aliviar a prisão de ventre e outros distúrbios digestivos, como diarreia, Síndrome do Intestino Irritável, Doença Inflamatória Intestinal, etc. Eles ajudam na digestão e melhoram a absorção de nutrientes dos alimentos.

Promove a perda de peso

Tanto estudos humanos quanto animais descobriram que pessoas com peso moderado têm bactérias intestinais diferentes daquelas com sobrepeso ou obesidade.

Pessoas com obesidade tendem a ter bactérias intestinais menos diversas do que as pessoas magras.

Acredita-se que certos probióticos podem inibir a absorção de gordura dietética, aumentando a quantidade de gordura excretada com as fezes. Em outras palavras, eles fazem seu corpo “colher” menos calorias dos alimentos que você come.

Impulsiona o sistema imunológico

Nossa flora intestinal e o sistema de defesa estão em uma relação recíproca entre si. As células epiteliais intestinais formam uma barreira contra os micróbios invasores.

Além disso, os probióticos minimizam o vazamento das membranas intestinais. Entre diferentes probióticos, as cepas de Lactobacillus são particularmente mostradas para reforçar a função imunológica.

Protege a Saúde Vaginal

Algumas evidências científicas sugerem que probióticos em iogurtes, cápsulas e supositórios vaginais podem ajudar a prevenir e tratar o desequilíbrio na vagina.

Em um pequeno estudo de 1996, os médicos descobriram que as mulheres que comiam iogurte probiótico contendo lactobacillus acidphilus tinham uma quantidade maior de bactérias lactobacilos em suas vaginas do que aquelas que não comiam.

Embora os resultados desses estudos sejam encorajadores, a maioria dos estudos que analisam os efeitos dos probióticos no equilíbrio vaginal são pequenos e limitados.

Com todas esses evidências e benefícios, é muito difícil ingerir a quantidade necessária de probióticos somente através da alimentação. Por isso é necessário que tenhamos uma suplementação através de produtos.

Para isso é recomendável adquirir o Now Foods. O Now Foods é um suplemento alimentar que vem com acerca de 1025 bilhões de probióticos em 50 cápsulas. O suficiente para o seu corpo consumir.

Ele pode sair por aproximadamente uns R$132,30. Por ser um produto importado e fabricado nos Estados Unidos, o preço pode parecer um pouco caro, mas tem uma qualidade excelente fazendo com que o remédio seja seguro e eficaz.

O produto auxilia na melhora da digestão, melhora a absorção dos nutrientes, auxilia no fortalecimento do sistema imunológico e traz equilíbrio interno do corpo. É importante que siga todas as orientações descritos na embalagem para melhor proveito e satisfação.

Referências:

  1. Ouwehand, Arthur, “Antiallergic effects of probiotics,” Journal of Nutrition, Mar 2007.
  2. Ingestion of yogurt containing Lactobacillus acidophilus compared with pasteurized yogurt as prophylaxis for recurrent candidal vaginitis and bacterial vaginosis – PubMed (nih.gov)
  3. http://www.medicalnewstoday.com/articles/158634.php
  4. Can probiotics help treat depression and anxiety? – Harvard Health Blog – Harvard Health Publishing
  5. odi_1386 443..451 (probiorahealth.com)
  6. Association between body mass index and Firmicutes/Bacteroidetes ratio in an adult Ukrainian population – PubMed (nih.gov)
  7. Recent studies on probiotics as beneficial mediator in aquaculture: a review | The Journal of Basic and Applied Zoology | Full Text (springeropen.com)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *