Ashwagandha – Benefícios comprovados pela ciência

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Ashwagandha, uma planta com nome bastante diferente, difícil de pronunciar e escrever, mas ela pode oferecer benefícios incríveis para saúde mental e do corpo.

Por muitos anos ela vem sendo usada na medicina indiana. Graças aos estudos científicos, cada vez mais suas vantagens vêm se popularizando para o restante da população mundial.

O que é Ashwagandha? Para que serve?

Ela é conhecida por vários outros nomes, como groselha venenosa, cereja de inverno e ginseng indiano, principalmente. Withania Somnifera, a planta Ashwagandha é um pequeno arbusto com folhas verdes e flores amareladas que brotam um fruto vermelho alaranjado. Sua origem vem da Índia e Norte da África.

Os resultados da Ashwagandha mostraram benefícios no aumento da testosterona, consequentemente da força, que contribui na hipertrofia muscular para pessoas que praticam musculação.

Depoimentos de pessoas que tomaram a ashwagandha, mostram que a planta age como antidepressivo, reduz o estresse e ansiedade.

Além desses principais benefícios da ashwagandha, usar essa planta reduz os níveis de açúcar no sangue, contém propriedades anti-inflamatórias, diminui o colesterol e triglicerídeos. Além de melhorar a função cerebral e a memória.

Vejam as principais indicações:

Reduz estresse e ansiedade

Pesquisas (1) mostraram que pessoas com transtorno de ansiedade e estresse podem reduzir significativamente os sintomas com a planta ashwagandha. Ela seria um ótimo tratamento alternativo e natural em relação aos medicamentos comuns, que trazem muitos efeitos colaterais.

Como ela funciona?

Um estudo (2) concluiu que ela diminuiu substancialmente os níveis de cortisol. Com isso notou uma redução significativa e melhora na qualidade de vida.

Cortisol é conhecido como o hormônio do estresse. Níveis de cortisol alterados podem contribuir para estresse e até mesmo depressão. Além de outros sintomas, como aumento na frequência cardíaca e níveis de açúcar no sangue, acúmulo de gordura, sistema imunológico baixo e até infarto.

Como tomar?

No estudo relatado acima, os pacientes tomaram uma cápsula duas vezes ao dia durante 2 meses de tratamento. Cada cápsula continha cerca de 300 mg de ashwagandha.

No Brasil, o mais provável é encontrar a ashwagandha de 400-500 mg. Nesse caso, a dose recomendada é uma capsula por dia. Essa dosagem pode mudar de acordo com o prescrito pelo médico.

Aumento da testosterona

A Ashwagandha é um dos poucos suplementos naturais com efeitos poderosos comprovados para o aumento da testosterona. O aumento da testosterona foi capaz de aumentar a força e massa muscular, a fertilidade dos homens e qualidade do esperma.

Hipertrofia

Um estudo (3) comprovou que o uso do suplemento com Ashwagandha foi capaz de aumentar a força e tamanho muscular do braço e peitoral. A recuperação muscular também foi melhorada.

Emagrecer

Outro estudo (4) comparou pessoas que praticavam atividade física com idade entre 18-30 anos. O grupo que usou o suplemento Ashwagandha tiveram uma redução das medidas, percentual de gordura diminuído e níveis de colesterol ruim baixo.

Fertilidade

Homens com problemas de fertilidade passaram por um estudo (5) com a planta para avaliar a sua eficácia relacionada a infertilidade por estresse.

No final do tratamento, notou um aumento na quantidade de espermatozoides, melhora na qualidade do orgasmo, diminuição do estresse e cerca de 14% deles conseguiram engravidar suas parceiras.

Como tomar?

Em alguns estudos o consumo foi o extrato de Ashwagandha em pó, mas na maioria deles foram em cápsulas de 750-1250 mg por dia. A maneira de como usar pode variar de acordo com a prescrição médica.

Memória

Apesar de ser menos conhecida para esse fim, a Ashwagandha melhora a função cerebral e mostrou vantagens para aumentar a memória. Dentre os benefícios para o cérebro estão:

  • Diminui problemas de memória
  • Melhora da função cerebral
  • Reversão do comprometimento da memória espacial em casos de epilepsia
  • Melhora significativa da atenção e foco

Esses benefícios foram comprovados por meio de estudos (5) com pacientes que tomaram o extrato de ashwagandha diariamente.

Como tomar?

As dosagens diárias estudadas eram entre 300 – 500 mg por dia. Essa quantidade pode variar dependendo dos casos.

Efeitos colaterais

Mesmo com tantos benefícios, nenhuma das pesquisas ou pacientes estudados tiveram qualquer efeito adverso grave. Embora não tenha riscos para saúde, pessoas com problemas nos rins e fígados devem consultar um médico.

Grávidas não devem consumir a ashwagandha. Ainda não se sabe, porém, possivelmente ela pode ser abortiva. Mulheres amamentando devem consultar seu médico antes do consumo.

Pacientes com diabetes devem acompanhar os níveis de açúcar no sangue. A Ashwagandha pode diminuir os níveis de açúcar no sangue.

Grandes doses podem causar diarreia, vômitos ou dores no estômago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *