Chá de Macela e suas propriedades mágicas!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Não precisa ser um adepto dos chás para saber que a camomila é ótima para acalmar.

No entanto, ela não é a única opção para tranquilizar o corpo, os nervos e os pensamentos.

Isso porque, além dela, existe uma planta que chama-se macela. Já ouviu falar?

Mas, mais que essa propriedade mágica, quais outros benefícios podemos obter dela?

Para saber essa e outras curiosidades sobre ela, a marcela, é fácil:

Basta acompanhar este artigo até o fim!

Chá de Dente de leão emagrece?

Macela: Para que serve?

Achyrocline satureioides é o nome cientifico da planta que, popularmente, recebe o nome de macela.

Originária da América do Sul, macela consegue ser encontrada de Minas Gerais até o Rio Grande do Sul.

Sendo assim, então, ela é formada por determinados elementos, tais quais:

  • Taninos
  • Ésteres da caleriana
  • Ácido cafeico
  • Óleo essencial
  • Óleo protocotéquico

Além dos componentes químicos citados acima, a macela também conta com a presença dos flavonoides que, por sua vez, consistem em: galangina, isognafalina, luteolina e quercetina.

Diante destes, as pesquisas afirmam que as principais propriedades mágicas da macela são:

  • Analgésica
  • Anti-inflamatória
  • Relaxante muscular

Estas ações farmacológicas já foram comprovadas por meio de testes em animais.

No entanto, a planta macela é, juntamente com a água, o principal ingrediente para o chá de macela.

Tal bebida, por sua vez, é, culturalmente popular, por outras propriedades mágicas, tais quais:

  • Calmante
  • Digestivo
  • Carminativo
  • Antidiarreico
  • Estimulante da circulação capilar

Tanto é que, além de proporcionar benefícios para a nossa saúde no geral, a macela também pode atuar para fins estéticos e cosméticos.

Não é à toa que, atualmente, muitas empresas têm produzido produtos com macela na fórmula química. Assim, saiba os principais benefícios dela:

Benefícios do chá de macela

A macela está longe de ser uma planta tão conhecida.

No entanto, devido às propriedades mágicas interessantes e importantes para a nossa saúde, muitos estudos e pesquisas cientificas estão se concentrando na comprovação dos benefícios do chá de macela.

Estes, em geral, são:

  • Aumentar a imunidade
  • Prevenção de resfriados e gripes
  • Combater infecções, inflamação e inchaço
  • Alivio de inúmeras dores (dores de cabeça, de dente, estomago e cólicas)
  • Auxilio no combate à insônia
  • Ameniza sintomas de estresse e ansiedade
  • Trata asma e problemas respiratórios
  • Ajuda na digestão
  • Auxilia na diminuição do colesterol

Há, ainda, outros estudos in vitro que permitem a demonstração de que macela pode, sim, ser empregada para o controle da diarreia e disenteria.

Além destes, novas evidências cientificas chamam atenção: a macela seria uma opção como anti-viral, antitumoral e imunoestimulante.

Além de não ser tão conhecida, a planta em questão também confunde às pessoas.

Isso porque, como ela tem propriedade calmante e pode atuar contra insônia e ansiedade, a macela é comumente confundida com camomila.

Mas, então, qual seria a principal diferença entre elas?

Qual a diferença entre macela e camomila?

Embora não seja tão popular quanto a camomila, a macela é comumente confundida com ela.

Isso porque, como já citamos neste artigo, ambas as plantas têm ações de calmante e relaxante.

Dessa maneira, tanto a camomila quanto a macela combatem insônia e reduzem ansiedade.

Tanto é que muitos por aí consideram a macela como uma espécie de camomila.

No entanto, apesar das similaridades, há diferença entre macela e camomila.

Nesse caso, achamos que as distinções entre elas ocorrem, principalmente, na questão visual, como pode reparar nas fotos.

A macela é uma planta herbácea que pode atingir até 1,2 metros de altura enquanto que a camomila só chega até os 50 cm de altura.

Tal diferenciação, por sua vez, provém das origens de ambas os vegetais: a macela é originária do Brasil enquanto a camomila é europeia.

Mas, para além disso, a macela tem folhas com pelos, amarelas e lineares. A camomila, por sua vez, tem folhas alternas e delgadas.

Tais informações estão disponíveis no site Plantas Medicinais do Instituto Federal Sul de Minas Gerais.

Como fazer chá de macela?

O processo de como fazer chá de macela não difere muito já que as principais partes utilizadas da planta são inflorescências, folhas e ramos.

Sendo assim, então, os principais ingredientes resumem-se a:

  • Flores secas de macela
  • Água fervente

Tento em vista estes elementos, o passo a passo da preparação do chá de macela deve ser:

  • Coloque as flores secas de macela em água fervente
  • Deixe-as repousar por cerca de 10 minutos
  • Após esse tempo, coe e beba o chá de macela

O site Tua Saúde indica que o consumo de chá de macela deve ser feito de três a quatro vezes ao dia.

No entanto, sempre gostamos de ressaltar que, antes do consumo, você deve ter acompanhamento médico. Assim, evita-se o excesso e possíveis efeitos colaterais.

Contraindicações do chá de macela

Apesar do chá de macela ser uma bebida natural e proporcionar muitos benefícios, nem todo mundo está apto para consumi-la.

Isso porque algumas pessoas podem se mostrar mais sensíveis à essa planta e, por isso, são contraindicadas.

Além disso, há quem fale que mulheres grávidas também não possam beber chá de macela.

E aí, curtiu o nosso artigo?

Você já bebeu chá de macela?

Se sim, quais benefícios sentiu?

Óleo de orégano para imunidade, cólicas menstruais e outros benefícios!

Fontes: [1] [2] [3] [4]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.