CoQ10 preveni doenças degenerativas e auxilia para o bom funcionamento do organismo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

A Coenzima Q10, também conhecida como CoQ10, é um composto produzido pelo nosso corpo e armazenado nas mitocôndrias das células, do qual são as responsáveis pela produção de energia e por também proteger as células de danos oxidativos e bactérias causadoras de doenças.

Entretanto, os níveis de produção da Coenzima Q10 tende a diminuir com o avanço da idade, porém, felizmente conseguimos obter CoQ10 por meio de suplementos e até alimentos.

A partir de agora vamos entender qual é a importância e os benefícios da coenzima Q10 ao nosso organismo.

Os benefícios do qual o composto Q10 pode oferecer são diversos, pois ele pode auxiliar na regeneração de vitamina C e E, além de  também ser utilizado para auxiliar na prevenção de doenças degenerativas como Alzheimer e Parkinson entre outras, vejamos mais abaixo:

Auxilia na insuficiência cardíaca

A insuficiência cardíaca é muitas vezes uma consequência de outras doenças cardíacas, como doença arterial coronariana ou hipertensão.

Essas condições podem levar ao aumento do dano oxidativo e inflamação das veias e artérias.

Em um estudo com 420 pessoas com insuficiência cardíaca, o tratamento com CoQ10 por dois anos melhorou seus sintomas e reduziu o risco de morrer de problemas cardíacos (01Fonte confiável)

Além disso, outro estudo tratou 641 pessoas com CoQ10 ou um placebo por um ano. No final do estudo, aqueles no grupo CoQ10 foram hospitalizados com menos frequência por agravamento da insuficiência cardíaca e tiveram menos complicações graves (02Fonte confiável)

Parece que o tratamento com CoQ10 pode ajudar a restaurar os níveis ideais de produção de energia, reduzir o dano oxidativo e melhorar a função cardíaca, todos os quais podem ajudar no tratamento da insuficiência cardíaca (03Fonte confiável)

Auxilia na fertilidade

A fertilidade feminina diminui com a idade devido ao declínio no número e na qualidade dos ovos disponíveis.

E a CoQ10 está diretamente envolvida neste processo. Conformea mulher envelhece, a produção de CoQ10 tende a diminuir, tornando o corpo menos eficaz na proteção dos ovos do dano oxidativo.

Então fazer a suplementação com CoQ10 tende auxiliar e pode até mesmo reverter esse declínio relacionado à idade na qualidade e quantidade dos ovos.

Da mesma forma, o esperma masculino é suscetível aos efeitos do dano oxidativo, o que pode resultar em contagem reduzida de espermatozoides, baixa qualidade do esperma e infertilidade

Vários estudos concluíram que a suplementação com CoQ10 pode melhorar a qualidade, atividade e concentração do esperma, aumentando a proteção antioxidante

Desempenha um papel importante contra o câncer

 Uma vez que o estresse oxidativo é conhecido por causar danos às células e afetar sua função (04Fonte confiável)

Se o nosso organismo for incapaz de combater eficazmente o dano oxidativo, a estrutura de suas células pode ser danificada, possivelmente aumentando o risco de câncer (05Fonte confiável, 06Fonte confiável)

A suplementação da CoQ10 pode proteger as células do estresse oxidativo e promover a produção de energia celular.

Curiosamente, em um estudo realizado em pacientes com câncer eles apresentaram níveis mais baixos de CoQ10.

Baixos níveis de CoQ10 foram associados a um risco de câncer até 53,3% maior e indicam um prognóstico ruim para vários tipos de câncer (07 Fonte confiável, 08Fonte confiável, 09 Fonte confiável)

Além do mais, um estudo também sugeriu que a suplementação com CoQ10 pode ajudar a reduzir a chance de recorrência do câncer.

Poderosa ação antioxidante

Por ser um poderoso antioxidante, ele não apenas beneficia as células e o bom funcionamento do organismo, como também tende a trazer vantagens na redução de rugas e linhas de expressões e a saúde capilar, além de também oferecer um efeito anti-inflamatorio.

Mal de Parkinson

A doença de Parkinson é uma doença crônica e progressiva que afeta o sistema nervoso. Afeta primeiramente as pessoas de meia-idade e idosos, mas também pode atacar em idades muito mais jovens.

Na medida que envelhecemos, nossos corpos produzem naturalmente menos coenzima Q10. Os sinais da doença de Parkinson devem começar quando algo causa um declínio mais rápido na produção de energia celular. A coenzima Q10 revela um caminho totalmente novo de tratamento e garantia para os pacientes de Parkinson, pois a coenzima Q10 não é apenas um antioxidante excepcionalmente poderoso, mas também beneficia a disfunção mitocondrial reversa, como mais um fator na doença de Parkinson.

 Fonte natural de suplementação da CoQ10

  • Carnes de órgãos: coração, fígado e rim
  • Algumas carnes musculares: porco, vaca e frango
  • Peixes gordos: truta, arenque, cavala e sardinha
  • Legumes: espinafre, couve-flor e brócolis
  • Frutas: laranjas e morangos
  • Leguminosas: soja, lentilha e amendoim
  • Nozes e sementes: sementes de gergelim e pistache
  • Óleos: óleo de soja e canola

 Dosagem

 Não existe uma dose ideal estabelecida de CoQ10. Os pesquisadores usaram doses de CoQ10 que variam de 50 miligramas a 1.200 miligramas em adultos, às vezes divididas em várias doses ao longo do dia.

A dose normal de CoQ10 varia de 90 mg a 200 mg por dia e doses de até 500 mg parecem bem toleradas, e vários estudos usaram doses ainda maiores sem quaisquer efeitos colaterais graves. Siga as instruções do frasco ou aconselhe-se com o seu médico ou nutricionista. Lembre-se de que diferentes marcas de suplementos podem ter diferentes ingredientes e dosagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *