Entenda como melhorar a sua imunidade contra a COVID19

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

No dia 11 de Março de 2020, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou uma pandemia mundial causada pelo novo vírus COVID-19, também conhecido como coronavirus.

Enquanto, todos os representantes de cada país estão buscando maneiras de enfrentar e combater o perigo iminente que o coronavírus representa para a humanidade, existem poucas medidas dos quais todos nós podemos implementar em nossa rotina, para combater e prevenir a disseminação descontrolada da COVID-19.

Medidas estas, que eu acredito que até a data de hoje – 26 de Maio de 2020, todo e qualquer ser humano já sabe de cor, são elas: lavar as mãos com frequência, se estiver na rua usar álcool em gel, vestir a máscara de proteção facial que cubra nariz e boca, respeitar o isolamento social ou manter a distância mínima de 2 metros em qualquer estabelecimento.

Porém, além de todas estas medidas de padrões de higiene estabelecidas, também existem métodos dos quais você pode fazer para poder melhorar e fortalecer o seu sistema imunológico, que no nosso atual cenário de pandemia é crucial estar com ele 100% ativo.

Bom, tendo isso em mente abaixo estão algumas das nossas principais dicas para você poder diminuir o risco de pegar a COVID-19.

O básico

Lavagem adequada das mãos: o coronavírus só é morto pela lavagem adequada das mãos com sabão se durar cerca de 30 segundos ou com um desinfetante para as mãos com mais de 70% de álcool.

Durma adequadamente: sono é de suma importância para a saúde em geral e, como bônus, também pode beneficiar nossa função imunológica.

Por exemplo, um estudo mostrou que aqueles com insônia tinham, em média, menos resposta imune à vacina contra influenza, enquanto outro estudo apresentou que aqueles com pior sono tinham expressão alterada de genes relacionados à função imune.

Mantenha se hidratado: o ideal é que você beba de 8 até 10 copos de água todos os dias, mantendo se bem hidratado, você diminui as chances de desenvolver uma gripe.

Melhore a sua alimentação: os alimentos que você come desempenham um aspecto fundamental na determinação de sua saúde e imunidade.

Coma dietas com pouco carboidrato, pois isso ajudará a controlar a pressão e o açúcar no sangue. Opte por mais vegetais, legumes e frutas ricas em betacaroteno, ácido ascórbico e outras vitaminas essenciais.

Embora, todas as dicas acima ajude na manutenção do seu sistema imunológico, talvez por hora a melhor solução seja impulsionar e estimular o seu sistema imunológico de forma mais agressiva fazendo suplementação de vitaminas dos quais vão auxiliarem manter o bom funcionamento de suas defesas.

Vitamina C

A vitamina C em particular é um componente de suma importância quando o assunto é o nosso exercito da imunidade.

Um estudo cientifico conseguiu comprovar que a introdução de altas doses de vitamina C, em pacientes com spese, demonstrou melhorar significativamente os sintomas nos pacientes.

Sendo assim, e considerando nosso atual cenário de pandemia e o vírus da COVID-19, fazer uma suplementação de vitamina C é o ideal para que você possa ter a certeza que o seu sistema imunológico esteja recebendo a quantidade suficiente do nutriente.

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR | VITAMINA C

 

Vitamina D

Chega ser cômico o que eu vou falar, mas estudos comprovaram que a maioria da população contém um déficit quando o assunto é vitamina D.

Mesmo todo mundo sabendo, que nosso corpo é capaz de produzir está vitamina se ficarmos expostos ao sol por no minutos 15 minutos por dia.

No entanto, um outro estudo realizado chegou a conclusão de que a vitamina D, produzida pelo nosso organismo não consegue produzir uma quantidade relativamente “suficiente” para que a vitamina D consiga auxiliar nas defesas do nosso organismo.

Sendo assim começar a tomar um suplemento de vitamina D para aumentar a resposta imune do seu corpo, é um fato a se considerar.

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR | VITAMINA D

 

Zinco

 Zinco é mineral vital envolvido na respostas dos glóbulos brancos, que são os maiores responsáveis pelo combate a infecções.

Por esta razão, indivíduos que possuem uma carência desse mineral ficam mais suscetíveis a desenvolver resfriados, gripe e até outros vírus.

Uma meta-análise envolvidos por sete estudos constataram que a suplementação de zinco conseguiu reduzir a duração de um resfriado comum em média 33%.

Sendo assim e com base em estudos científicos fazer a suplementação do mineral zinco, parece ser uma boa estratégia garantir o fortalecimento do seu sistema imunológico, principalmente se você for idosos ou foi classificado no grupo de risco.

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR | ZINCO

 

Porém atenção, mantenha se abaixo do limite superior de ingestão de zinco que é de 40 mg por dia, e evite administrar por via nasal, devido o risco de complicações olfativas.

Em resumo, a razão pela qual esse novo coronavírus ter se espalhando de forma tão rápida e descontrolada tendo um impacto tão significativo nas pessoas em todo o mundo é que nos falta imunidade a ele. Afinal nosso sistema imunológico nunca viu isso antes.

Então quanto mais ações tomarmos para manter-nos saudáveis, melhor será.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *