Espinheira santa: para que serve? Descubra os benefícios!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Conheça a espinheira santa e saiba quais são os seus benefícios!

O uso de plantas no cotidiano é muito comum.

A natureza sempre ofereceu ao humano todo o necessário e agora mais do que nunca as pessoas veem isso.

As plantas são muito importantes para a medicina e para a estética.

Elas possuem propriedades essenciais, que podem ser muito exploradas.

Quem gosta de ter um estilo de vida mais natural sempre procura mais informações sobre as opções da natureza.

Você já ouviu falar sobre a espinheira santa?

Nós vamos te contar tudo o que precisa saber sobre essa planta, seus riscos e benefícios!

Fique com a gente até o final para saber como tirar proveito desse ingrediente!

O que é espinheira santa?

A espinheira santa, também conhecida como Maytenus ilicifolia, é uma planta muito conhecida por suas propriedades.

Ela é favorecida por climas amenos, como vemos no sul do Brasil.

A planta é chamada de espinheira santa por causa do formato de suas folhas, que lembram espinhos.

As folhas, que são usadas para os tratamentos, são de cor verde escura.

Ela é muito usada na medicina popular, mas o que muitos não sabem é que seus efeitos são comprovados.

Veremos os benefícios e os riscos dessa planta nos próximos tópicos.

Para que serve a espinheira santa?

A planta é muito conhecida por causa dos benefícios que traz para a saúde.

Muitas pessoas procuram porque acreditam que a espinheira santa emagrece, outras apostam nos benefícios gastrointestinais.

Entre os benefícios da espinheira santa comprovados por estudos, podemos destacar:

  • Propriedades diuréticas e laxativas, que ajudam no emagrecimento.
  • Possui atividade antiulcerogênica, que previne úlceras gástricas e duodenais.
  • Age como anti-inflamatório.
  • Combate problemas estomacais.
  • Reduz a azia e o refluxo.
  • Tem efeito cicatrizante em problemas de pele.
  • Combate a gastrite.
  • Melhora a indigestão.

Outro assunto que deixa muitos curiosos é se a espinheira santa mexe com pressão arterial.

Estudos apontam para seu potencial hipotensivo.

Efeitos colaterais da espinheira santa

A espinheira santa é um ingrediente natural.

Por isso, quem ingere não costuma apresentar qualquer efeito colateral.

Ainda assim, algumas pessoas apresentam reações alérgicas.

Alergias alimentares podem acontecer com qualquer alimento.

Nesses casos, o uso da espinheira santa pode causar boca seca, náuseas ou dor no estômago.

Vale ressaltar que o uso não deve ser interrompido, já que os sintomas costumam sumir com o uso contínuo.

Segundo a BVS, mulheres grávidas e lactantes também não devem ingerir essa planta.

Ela pode causar a diminuição da produção de leite materno.

Como tomar espinheira santa

A espinheira santa já faz parte da alimentação de muitos brasileiros, principalmente aqueles que gostam de curas naturais.

Seu consumo não é complicado, apesar da aparência de espinhos das folhas.

Colocar a espinheira santa na dieta pode ser o diferencial para muitas pessoas.

Assim, aquelas que sofrem com problemas gástricos podem sentir alívio para seus sintomas.

Existem duas formas populares de consumir espinheira santa: em chá ou em cápsulas.

Ela pode ser encontrada com facilidade em lojas de produtos naturais ou farmácias.

Chá de espinheira santa

O chá de espinheira santa tem preparo tão simples quanto qualquer outro.

Ele é a melhor forma de tratamento para gastrite ou prevenção de úlceras, já que diminui a acidez do estômago.

O ideal é tomar o chá de espinheira santa morno, em jejum, ou meia hora antes das refeições.

Para preparar, você vai precisar de:

  • 1 colher (chá) de folhas secas de espinheira santa.
  • 1 xícara de água.
  • Panela.
  • Coador.
  • Com todos os materiais, siga os seguintes passos:
  • Na panela, ferva a água.
  • Desligue o fogo quando a água ferver.
  • Adicione as folhas de espinheira santa à água fervente.
  • Abafe a panela com uma tampa e deixe descansar por 10 minutos.
  • Coe a bebida.

Você pode beber o chá de espinheira santa 3 vezes ao dia.

Chá de Dente de leão emagrece?

Espinheira santa em cápsulas

Para as pessoas que não gostam de chá, existem as cápsulas de espinheira santa.

Elas podem ser encontradas em farmácias e lojas de produtos naturais.

Além disso, possuem concentração maior da planta. Isso pode amplificar seus benefícios.

A quantidade indicada no rótulo é de duas cápsulas, três vezes ao dia.

A preferência é que sejam tomadas antes das refeições grandes (como café da manhã, almoço e jantar).

Compressas quentes

As compressas quentes de espinheira santa servem para auxiliar na cicatrização da pele.

O uso popular indica elas para eczemas e acne.

Para preparar, você vai precisar de algodão e do chá da espinheira santa. Veja como usar:

  • Umedeça o algodão no chá da espinheira santa.
  • Aplique quente sobre a área que precisa de tratamento.
  • Aguarde até esfriar e retire do local.

Repita o processo após algumas horas ou de acordo com a necessidade.

CONHEÇA O FRUTO DA COSTELA-DE-ADÃO (MONSTERA DELICIOSA)

Aprender sobre a espinheira santa foi útil para você?

Você pode encontrar outros textos sobre o uso de plantas no dia a dia aqui no site!

Você já conhecia a espinheira santa? Conta aqui nos comentários como você usa!

Fontes: [1] [2] [3] [4]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *