Mucuna Pruriens fonte natural da dopamina – Para que serva – Benefícios

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

O mal de Parkinson é a segunda mais comum das doenças neurodegenerativas que atinge os idosos, e na medida que o número de pessoas afetadas pela doença só aumenta, a busca por um tratamento também.

Por ora, o tratamento com comprimidos de levodopa é a única maneira de regular a doença mal de Parkinson, que é marcada por rigidez muscular e tremores.

No entanto, pesquisadores de todo o mundo continuam testando diversos tratamentos com potenciais diferentes, incluindo terapias farmacêutica e a base de plantas.

E uma planta que está ganhando muito destaque nesses estudos realizados com objetivo de buscar alternativas de tratamento para o mal de Parkinson, é a Mucuna Pruriens, do qual atende no Brasil pelo nome de Mucuna-Anã ou Mucuna Rajada.

Então abaixo, vamos conhecer melhor todos os benefícios da planta Mucuna Pruriens, e o que dizem os estudos científicos a respeito dela.

O que é Mucuna Pruriens?

A Mucuna Pruriens (MP) é uma planta leguminosa parecida com feijão veludo, originaria da Índia, seu uso na medicina aconteceu 1500 aC pela medicina herbácea ayurvédica, do qual perceberam, que a planta poderia ser utilizada para tratar picada de cobras, distúrbios intestinais, infertilidade e até mesmo melhorar o humor, entretanto atualmente ela também está sendo utilizada para tratar o Mal de Parkinson.

Quais são os compostos ativos em Mucuna pruriens?

A magia de todas as plantas terapêuticas, está em seus compostos ativos e benéficos, cujo a interação entre esses compostos geralmente é responsável pelos efeitos favoráveis da planta.

No caso da Mucuna Pruriens (MP), seus componentes de princípio são L-DOPA e os alcaloides bioativos mucunine, mucundina, micuadinina, pruprienina e nicotina, como também b-sitosterol, glutationa, lecina, óleos, ácidos venólico e gálico.

Como Mucuna Pruriens ajuda no tratamento para mal de Parkison?

Quando a dopamina (D-LOPA) produzida naturalmente pelos neurônios são afetados pela doença de Parkinson, acaba tendo como resultado tremores incontroláveis, rigidez dos músculos, dificuldades para falar, escrever e até mesmo para se equilibrar.

Por a planta Mucuna Pruriens (MP), possuir um alto nível de dopamina (L-DOPA), que é o precursor essencial do neurotransmissor para o cérebro e sistema nervoso, e exerce um papel muito importante no comportamento, cognição, movimento voluntário, sono, humor, memória de trabalho e aprendizado, ela consegue restabelecer de maneira positiva e natural a dopamina no organismo de pessoas portadores da doença mal de Parkinson,

Estudos recentes, apresentaram que a forma natural de dopamina (L-DOPA) em Mucuna Pruriens, consegue fornecer resultados melhores em comparação a levodopa sintética (rémedio); e sem os sintomas mais comuns dos efeitos colaterais como náuseas, vômitos e movimentos musculares involuntários.

Um outro estudo realizado com 60 pessoas foi observado uma diminuição estatisticamente significativa nos sintomas da doença de Parkinson foi encontrada em pacientes tratados com HP-200, um pó derivado de Mucuna Pruriens , em comparação com o controle, o tratamento com levodopa.

Uma outra pesquisa apresentada constatou que a Mucuna Pruriens (MP) foi tão eficaz quanto o tratamento com levodopa, mas a planta Mucuna Pruriens teve uma taxa de absorção mais rápida e atingiu o nível máximo mais rápido.

Ambos os três estudos sugerem que Mucuna Pruriens, uma fonte natural de L-Dopa e tem vantagens em relação às fontes convencionais de L-Dopa, levodopa, no manejo da doença de Parkinson

Além do mais…

A carência sub-clinica da química dopamina (L-DOPA) no cérebro, também atinge outras regiões do organismo humano, do qual a planta Mucuna Pruriens (MP) consegue auxiliar para combater, tais como:

Trata a infertilidade masculina

A MP, é habitualmente usado como um suplemento para tratar a infertilidade masculina e tem apresentado um aumento na mobilidade espermática além da qualidade e no aumento de esperma.

Um estudo realizado duplo-cego com 60 homens inférteis, o tratamento com MP ( 5 gramas de pó por dia), melhorou significativamente a contagem, qualidade e mobilidade dos espermas.

Efeito antidepressivo

Foram constados no extrato da planta MP, efeitos antidepressivos do qual pesquisadores realizaram diversos testes, que de fato comprovou que a planta MP, consegue reduzir significativamente o tempo de imobilidade no FST e TST.

Auxilia o sistema digestivo

Capaz de promover contrações dos músculos lisos e os adeptos em uma qualidade de espalhamento, a planta Mucuna Pruriens consegue auxiliar na estimulação da função digestiva saudável e promover a eliminação adequada.

Além disso a Mucuna Pruriens também consegue regular os níveis saudáveis ​​de açúcar no sangue.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns é a coceira ao contato com os cabelos que revestem as sementes.

A planta Mucuna Pruriens por si só, não possui tantos efeitos colaterais, mas pode interferir com outros medicamentos. Por exemplo:

  • Medicação para diabetes
  • Certos antidepressivos e antipsicóticos
  • Medicamentos para pressão arterial (hipertensão)

Contraindicaçõs

Deve ser evitado por mulheres durante a gravidez. A semente pode causar problemas de nascimento e estimular a atividade uterina.

Por a Mucuna Pruriens possuir atividade androgênica, aumentando os níveis de testosterona e caracteristicas masuclinas, pessoas com síndromes andrógenas ou que possui calvície devem evitar o uso.

Mucuna Pruriens onde comprar?

Atualmente a forma comercializada da Mucuna Pruriens é em pó ou em forma de cápsulas, do qual você pode comprar aqui na fármacia de manipulação de confiança e pelo menor valor, em um produto com 400mg – 60 cápsulas custando apenas 46 reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *