Óleo de abóbora para calvície funciona?

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Diversos óleos vegetais ganharam muita visibilidade por conta de suas propriedades advindas de suas gorduras saudáveis e benefícios à saúde.

Você certamente já ouviu falar nas maravilhas que esses óleos podem oferecer a nossa saúde.

Um deles é o óleo de semente de abóbora.

Assim como o óleo de abacate, de coco e de linhaça, há diversas maravilhas e relatos de melhoras na saúde atribuídas ao óleo de semente de abóbora

Uma delas é que pode ajudar a tratar uma condição que afeta principalmente os homens, mas também pode surgir em mulheres – a famosa calvície.

Mas será que o óleo de semente de abóbora é realmente capaz de tratar a queda capilar?

O que diz a ciência?

É isso que vamos desvendar hoje! Para conferir, basta continuar a leitura!

Óleo de semente de abóbora para queda de cabelo – o que diz a ciência?

Algumas teorias em torno do óleo de semente de abóbora apontam para algumas propriedades que podem prevenir a queda capilar.

Porém, até o momento, nenhuma delas foi devidamente comprovada por estudos e pesquisa.

Um estudo realizado em 2014 teve como objetivo desvendar esse mistério e, para isso, pesquisadores monitoraram a reação de homens com calvície à suplementação com sementes de abóbora.

Os resultados mostraram que aqueles que tomaram suplementos experimentaram 30% mais crescimento do cabelo do que aqueles que receberam o placebo.

Impressionante, não? Mas as coisas não são bem assim…

A semente de abóbora não foi testada sozinha no estudo, mas sim combinada com diversos outros ingredientes, como octacosanol, pó de vegetais mistos, pó de prímula, pó de seda de milho, pó de trevo vermelho e pó de tomate.

Além disso, a pesquisa foi considerada extremamente curta e apenas homens participaram. Ou seja, não é possível dizer com certeza se suplementação de semente de abóbora é segura para mulheres e a longo prazo.

Em síntese, esse estudo não foi capaz de responder se o óleo de semente de abóbora é mesmo eficaz contra a queda capilar. Por outro lado, os resultados ainda foram favoráveis.

Isso significa que mais estudos são necessários para que seu papel no combate à calvície possa ser mais bem esclarecido.

Uma das teorias científicas que sustentam essa ligação está relacionada aos fitoesteróis encontrados no óleo de semente de abóbora.

Os fitoesteróis são encontrados em muitas plantas. Teoricamente, eles poderiam bloquear enzimas e hormônios do couro cabeludo que causam queda de cabelo, como o DHT.

Estudos sobre outros ingredientes naturais contendo fitoesteróis sugerem que essa teoria pode funcionar. Isso inclui um estudo de 2017 sobre óleos vegetais ricos em fitoesteróis e ácidos graxos ômega-3.

O óleo de semente de abóbora é considerado um ingrediente bastante seguro. Sendo assim, não faz mal testar sua eficácia contra a queda capilar.

Porém, enquanto não temos respostas concentras, é importante manter as expectativas baixas.

Como usar óleo de semente de abóbora no cabelo?

Existem diversas maneiras de usar o óleo de semente de abóbora para tentar restaurar os fios perdidos.

Aqui vão algumas delas:

Suplementos de óleo de semente de abóbora

Os suplementos de óleo de semente de abóbora geralmente são vendidos em farmácias na forma de cápsulas de gel de óleo.

Sempre siga as instruções do rótulo para o suplemento de óleo de semente de abóbora que você comprar.

A dose recomendada geralmente é de uma cápsula de 1 grama. Você pode ingerir de 1 a 2 cápsulas após as refeições cerca de 3 vezes por dia.

Lembre-se: os suplementos não são regulamentados pela Anvisa. Ou seja, a qualidade e a dose recomendada podem variar.

Sempre procure por recomendações e avaliações antes de realizar sua compra.

Nunca adquira suplementos e qualquer outro medicamento de empresas suspeitas.

Suspenda uso do seu suplemento de óleo de semente de abóbora em casos de reações alérgicas ou dor de estômago e mal-estar.

Sempre consulte seu médico antes de usar suplementos.

Óleo de semente de abóbora

O óleo de semente de abóbora também pode ser tomado puro. A dose recomendada varia entre 1 colher de chá e 1 colher de sopa três vezes ao dia.

Mais uma vez, chamamos a atenção para o fato de que os óleos de suplemento também não são regulamentados pela Anvisa.

A qualidade e a dosagem variam. Só compre óleo de abóbora em estabelecimentos de confiança.

Há também óleos de sementes de abóbora comercializados para uso na cozinha, assim como o azeite de oliva.

Diferentemente do azeite de oliva, eles não são muito bem estudados. Por essa razão, não recomendamos o uso de óleo de semente de abóbora na culinária como suplemento para a queda capilar.

Além disso, eles também podem ser menos ricos em fitos nutrientes devido ao seu processo de produção.

O óleo de semente de abóbora não deve ser usado sob alta temperatura, pois seu ponto de fumaça é baixo.

Loção de óleo de semente de abóbora

Por fim, o óleo de semente de abóbora também pode ser aplicado diretamente no couro cabeludo.

A melhor maneira de fazer isso é como um tratamento capilar com óleo quente, uma vez na semana ou ao mês.

Caso contrário, com o tempo seu cabelo pode passar a produzir muita oleosidade.

Passo-a-passo:

  • Lave os fios e couro cabeludo com shampoo normalmente.
  • Esquente um pouco o óleo de semente de abóbora em banho-maria e se certifique de que a temperatura está ideal (morna).
  • Molhe o cabelo e massageie o óleo de semente de abóbora quente no couro cabeludo. O óleo deve estar morno, não quente. Você não quer fritar sua cabeça, certo?
  • Depois disso, coloque uma toalha quente no seu cabelo e fique com ela por pelo menos 20 minutos.
  • Depois de retirar a toalha, lave com shampoo, aplique condicionador, enxague e depois é só pentear do jeito que preferir!

E aí, o que achou desse artigo?

Você já usou óleo de semente de abóbora para tratar a calvície?

Então conta para a gente como foi a experiência aqui nos comentários!

E não se esqueça de compartilhar esse post com seus amigos e familiares que sofrem com a queda capilar… eles irão lhe agradecer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *