Óleo de mamona (rícino) – 9 Maneiras de usar

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Embora usem o óleo de mamona no cabelo, há milhares de anos esse óleo vegetal é utilizado pelas as pessoas para diversos fins médicos e cosméticos. Com ação medicinal, conheçam todos os benefícios do óleo da mamona.

As pessoas podem tomar o óleo de mamona como um laxante natural, tratar doenças de pele, hidratar ou aumentar o crescimento do cabelo.

Também conhecido por óleo de rícino, seu nome mais comum, o óleo é extraído da semente da planta ricinus communis, popularmente chamado mamoneira ou mamona.

Esse óleo extraído da semente de mamona contém uma substância tóxica, a enzima ricina. Durante o processo extração, o óleo é aquecido e a enzima é eliminada, tornando o óleo totalmente seguro para o uso.

O que é? Para que serve o óleo de mamona?

Composto pelo ácido ricinoleico, o óleo de rícino contém outros ácidos como linoleico, oleico ou palmítico. Ele é empregado não só para fins medicinais ou cosméticos, como também pela indústria química.

O óleo pode ter duas aparências: Transparente ou com tonalidade amarelada. Ele é usado no tratamento de diversas doenças, problemas digestivos ou também como cosméticos.

Vejam 9 maneiras de usar:

1 – Óleo de rícino para o cabelo

Óleo extraído da mamona age como um condicionador natural do cabelo, selando os cutículas capilares. Ideal para tratar cabelos secos ou danificados, dando um ótimo brilho na aparência dos fios.

Ele ajuda fortalecer os fios, trabalhando diretamente no couro cabeludo. Isso retarda a queda de cabelo, diminui a queda e deixa a raiz mais forte para um crescimento saudável.

Na umectação capilar (banho de óleo) o óleo de rícino vira um ótimo aliado. Esse procedimento é indicado para cabelos ressecados, sem brilho ou dar maciez. Ótimo para diminuir o volume do cabelo.

Embora não exista comprovação científica, o óleo de rícino tem sido usado para acelerar o crescimento dos fios. Várias blogueiras e Youtubers vem divulgando resultados positivos para crescer cabelo.

Em contrapartida, existe uma pesquisa(1) sofre os efeitos do óleo de mamona no crescimento dos fios. Foram avaliados dois grupos com 15 participantes cada. Um grupo utilizou o óleo de rícino por 60 dias, o outro fez uso de um placebo. Após 60 dias, o grupo utilizando o tônico à base de óleo de rícino revelou uma significativa diferença no crescimento capilar em comparação com o grupo usando placebo.

A umectação não é recomendável para cabelos oleosos.

2 – Óleo de rícino para sobrancelha e cílios

Na internet encontram vários tutoriais para crescer cílios e sobrancelhas usando o óleo de rícino. Não há estudos comprovando, mas os resultados mostram sobrancelhas mais cheias e com menos falhas após o tratamento.

Com auxílio de uma máscara de cílios, ao passar o óleo de rícino nos cílios, pode estimular o crescimento e aumentar os pelos da região.

3– Laxante

Conhecido por ser um laxante poderoso, ele age rapidamente no intestino e alivia os sintomas da constipação, que é a dificuldade de evacuar.

Ele funciona limpando o intestino, liberando o ácido ricinoleico no órgão e estimula o efeito laxante. Há vários estudos comprovando sua eficácia para tratar a constipação.

Um estudo(2) feito em idosos, sendo que 80% deles sofriam com problemas de constitação, tomaram óleo de rícino durante alguns dias. Após o tratamento, o esforço para defecar e a consistência das fezes diminuiu. A sensação de evacuação completa foi notada.

4 – Hidratante natural

O óleo de mamona é rico em ácidos graxos. Esse tipo de ácido é um tipo de gordura que funciona como hidratante de pele. Uma ótima alternativa para o hidratante, livre de sulfatos, corantes, corantes e outros ingredientes químicos.

Como o óleo de mamona é grosso, o ideal é misturar com outros tipos de óleos, como amêndoas ou coco. Isso potencializa seus benefícios e facilita espalhar sobre a pele.

5 – Tratar caspa

Existem causas e tipos de caspas diferentes. A dermatite seborreica, uma inflamação que causa descamação e vermelhidão no couro cabeludo está associada com a caspa.

O óleo de rícino é capaz de reduzir a inflamação do couro cabeludo, auxiliando o tratamento contra a caspa e reduzindo a descamação.

6 – Antifúngico e antibacteriano

Existem bactérias e fungos que atrapalham o crescimento do cabelo. Graças suas propriedades antibacterianas e antifúngicas, o óleo de rícino combatem as bactérias e fungos no couro cabeludo.

Existe outro fungo chamado candida albicans, conhecido por causar problemas nos dentes, como crescimento de placas, infecções do canal e da gengiva. Inclusive há um estudo(3) comprovando a eliminação da Candida albicans.

7 – Espinha

A espinha ou acne é uma doença caracterizada por lesões formadas por bactérias que ocasionam inflamações. Como o óleo de rícino tem propriedades antibacterianas e antimicrobianas, acredita-se combater a acne.

Segundo um estudo(5), mostrou que a proteína da mamona apresentou considerável atividade antimicrobiana no sangue.

8 – Anti-inflamatório

O ácido ricinoleico contido no óleo, possui ação anti-inflamatória significativa. Ele também é capaz de reduzir a dor e inchaço da área inflamada.

Artrite reumatoide e psoríase, são doenças inflamatórias nas quais o óleo de mamona ajuda tratar os sintomas.

9 – Ação cicatrizante

A pomada contendo óleo de rícino acelera o processo de cicatrização, cria uma barreira de proteção, diminui o risco de infecção e acúmulo de células mortas da pele.

Embora não seja tão comum no Brasil, já existem pomadas e cremes à base de mamona para cicatrização de feridas e úlceras de pressão.

Como usar o óleo de rícino no cabelo?

Existem várias maneiras de usar o óleo de rícino. Vejam algumas delas:

Crescimento capilar

Use uma colher de sopa a cada 200 ml de condicionador. Basta colocar no pote do condicionador e agitar sempre antes de usar.

Para cada colher de sopa do creme de tratamento, use uma colher de chá de óleo de rícino.

Umectação capilar

Você pode misturar o óleo de rícino com óleo de coco, argan, oliva, semente de uva e entre outros. Coloque a mesma quantidade para todos. Deixe por 30 minutos no cabelo.

Vejam esse vídeo tutorial ensinando como usar!

Como usar na sobrancelha ou cílios?

O ideal para aplicar é aproveitar uma máscara de cílios vazio e higienizada. Basta colocar o óleo dentro do tubo da máscara até completar. Você deve aplicar nos cílios e sobrancelhas duas vezes na semana. Por exemplo, ao acordar e antes de dormir.

Como usar o óleo na pele?

Use algumas gotinhas do óleo sobre a ferida ou espinha inflamada. No rosto não é indicado aplicar em toda face, principalmente em peles com excesso de oleosidade.

Como usar como laxante?

Ele pode melhorar a constipação, porém, não é recomendável tomar todos os dias com risco de cólicas e diarreias. Outros efeitos colaterais mais perigosos são apresentados ao consumir a mamona in natura (sem ser processado como óleo).

Adultos: 15 – 60 ml

Crianças: 5 – 15 ml

A dosagem é única. O ideal é ler a recomendação da bula antes de tomar. Pode tomar um suco de laranja ou refrigerante em seguida para disfarçar o sabor.

Onde encontrar o óleo de rícino?

É muito fácil comprar esse óleo porque é vendido em qualquer farmácia local. O óleo de rícino vendido na farmácia são próprios para consumo. Há também a opção de comprar cremes de tratamento ou condicionadores com o óleo na sua composição.

Não recomendamos fazer o óleo de mamona em casa, sem qualquer experiência ou conhecimento técnico. Como falamos no início, ele contém uma toxina que pode ser mortal se consumida.

O preço também é considerado baixo. Um frasco do óleo não chega custar mais do que 10 reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *